Não Aprovado pela Cobaia · Pele · Protecção Solar

Laboratoires de Biarritz, Crème solaire Alga Maris, enfant 50+

Ufa! Que ia ficando sem fôlego só com o nome deste protector solar.
Pessoalmente, prefiro chamar-lhe “ainda não foi desta”, “tínhamos tudo para ser amigos mas não vai dar” ou “mais um para a gaveta dos monos” que é onde ele tem estado a habitar.

Sou uma quase albina que vive num país soalheiro, queimo em menos de nada e tenho sardas. Portanto, a protecção solar é uma necessidade para criaturas como eu.

Acontece que não é fácil encontrar um protector solar que goste. Tenho experimentado bastantes e, neste momento, tenho dois que gosto, ou melhor, que vou tolerando. E este, infelizmente, não se insere nessa categoria.

Basicamente, gostava de encontrar um protector solar que:
– Tenha factor de proteção elevado.
– Não seja oleoso porque detesto sentir a cara peganhenta.
– Que absorva rápido que não tenho paciência para estar uma eternidade à espera que um produto absorva.
– Funcione bem com maquiagem.
– Não tenha fragrâncias adicionadas porque para além de preferir produtos de rosto sem cheiro as fragrâncias tendem a irritar-me a pele.
– Que não me provoque alergia.
Parece simples, não é? Só que está a revelar-se uma tarefa bastante complicada.

Tendo em conta o meu historial de alergias, resolvi tentar encontrar um protector solar mineral que me agradasse porque tendem a ter fórmulas mais simples.

Julgo que existe uma certa confusão em relação à designação “mineral” e ao que distingue este tipo de protectores dos outros.

De uma forma bastante sucinta, esta designação tem a ver com o tipo de filtro que os protectores têm na sua composição. Os filtros químicos possuem ingredientes sintéticos na sua composição que, depois de aplicados, reagem com a pele e absorvem os raios solares dissipando-os sob a forma de calor. Daí ser necessário aplicá-los alguns minutos antes da exposição solar, para dar tempo de reagirem com a pele e assim garantir uma protecção adequada.

Os minerais por seu lado, têm uma forma de actuação diferente. Têm na sua composição minerais, sendo os mais populares e usados o óxido de titânio e o dióxido de zinco. Este tipo de filtros não são absorvidos pela pele e formam uma barreira superficial sobre a mesma, reflectindo os raios solares. São também estes minerais que lhes dão aquele aspecto pastoso, branco e difícil de entranhar.
E esta é parte “natural” deste tipo de produtos: O filtro usado é um mineral que existe na natureza.
O resto da fórmula, a maior parte das vezes, não é tão natural como muitos podem ser levados a pensar.

Quanto este Laboratoires de Biarritz, Créme Solaire, Enfant 50+ vamos analisá-lo um pouco mais em pormenor.

O que é?
Um protector solar mineral de amplo espectro para corpo e rosto.

O que promete?
-Protecção 100% mineral de amplo espectro( UVA/UVB), de longa duração, hipoalergénica, com antioxidantes e de grande resistência à água.
– Textura leve e não pegajosa de absorção rápida. #ironia

Cumpre o que promete?
Em termos de composição, aparentemente, sim. Em termos de textura e absorção, não.
Não sei se as marcas, quando fazem este tipo de afirmações, têm um sentido de humor bastante apurado ou simplesmente não experimentam os produtos.
A textura é tudo menos leve, é oleoso e não absorve rápido. Aliás, não absorve de todo, o que é bastante frustrante.

Do lado direito, temos uma foto que foi tirada meia hora depois de ter aplicado o creme e depois de muita, mesmo muito insistência, para que o mesmo entranhasse. Notem o brilho, a oleosidade e a forma graciosa como salienta todas as linhas da mão. Imaginem isto no rosto. Pois…

Qual a sua composição?
Caprylic/Capric Trygliceride (ácido gordo proveniente do óleo de coco), Zinc Oxide (Óxido de zinco, filtro solar), Cocos Nucifera Oil ( óleo de coco), Coconut Alkanes ( Alcanos de Coco), Titanium Dioxide (Dióxido de Titânio, filtro solar), polyglyceryl-2 dipolyhydroxystearate (emulsionante de origem vegetal), Hydrogenated Vegetable Oil (óleo vegetal hidrogenado), Coco-Caprylate/Caprate (emulsionante feito à base de óleo de coco), Lauroyl Lysine (aminoácidos de origem natural), Alumina (óxido de alumínio), Stearic Acid (estabilizante), Glyceryl Caprylate (hidratante), Gelidium Sesquipedale Extract (extrato de alga, antioxidante), Maris Aqua (água do mar em latim), Potassium Olivoyl Pca (emoliente vegetal), Tocopherol (Vitamina E, conservante), Helianthus Annus Seed Oil (óleo de semente de girassol), Sodium Hydroxide (conservante).

Dada a quantidade de óleos presentes na composição deste protector, está explicado porque não absorve e tem uma textura tão pesada.
De resto, tem filtros minerais, embora não especifique qual a percentagem dos mesmos e fosse interessante saber. Tem antioxidantes, numa percentagem muito pequena, é certo, mas estão presentes na composição.
Segundo o fabricante, 99,9% dos ingredientes são de origem natural e 20% são provenientes de agricultura biológica.

O que não contém?
Óleo mineral, fragrâncias sintéticas, filtros químicos e, aparentemente, capacidade de ser absorvido pela pele (nota-se que estou um bocado chateada com isto?).

A quem se destina este produto?
Segundo a marca, a crianças e a indivíduos de pele sensível e com alergia a filtros solares químicos.
E pela minha experiência, a toda e qualquer pessoa que não se importe de parecer um lagar de azeite. Ou, neste caso, um lagar de óleo de coco proveniente de agricultura biológica.

Recomendarias este produto?
Não porque existem protectores solares com uma textura melhor no mercado.

Quanto custa?
Cerca de 25€ por 150ml de produto.

Onde comprar?
Nas lojas Celeiro.

Voltarias a comprar este produto?
Não, uma vez foi suficiente.

Este foi um dos primeiros protectores solares minerais que adquiri. Foi uma experiência bastante desagradável e que me deixou bastante renitente quanto a este tipo de produtos. Mas, como estamos a lidar com uma Cobaia bastante teimosa, ainda adquiri mais uns quantos.

Tenho pena de não ter gostado deste protector, sobretudo porque se o adquiri gostava de o poder usar e não consigo.
Resta-me tentar usá-lo na praia, embora tal me pareça uma tarefa bastante penosa.
Além disso, trata-se de uma marca europeia que, aparentemente, se preocupa em fazer produtos de qualidade com bons ingredientes. E, têm tanta confiança nos seus produtos, que montam distribuidores de protector solar gratuitos nas praias, uns queridos.
Em teoria, tem tudo para ser um excelente produto. Na prática, ficou bastante aquém das minhas das minhas expectativas.
E é sempre triste quando se sacrificam pobres e inocentes cocos biológicos, para fazer um produto decepcionante, quando estes poderiam ser empregues numa moqueca.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s